Deus usa os ímpios

Gênesis 37

Quando não compreendemos o que Deus está fazendo ou o por que, os Seus caminhos podem parecer desconcertantes. Às vezes, quando as pessoas ímpias “parecem” triunfar sobre os justos, nos fazem “coçar a cabeça” e nos perguntar: por que o Senhor não intervem? Mas a verdade é que Ele frequentemente usa os ímpios para cumprir os Seus propósitos.

José enfrentou uma pessoa de coração duro após outra durante seus anos no exílio. Seus irmãos enviados com ele para o Egito. A esposa de seu chefe o acusou de um crime indizível. E mesmo aqueles que ele ajudou, como o copeiro do Faraó, esqueceram-se dele (Gn 40.23). As ações (ou omissões) de Deus pareciam fazer pouco sentido neste momento.

Mas uma vez que a história de vida de José foi escrito na íntegra, ficou claro que todos os que prejudicaram ou negligenciaram o jovem, na realidade contribuíram para o plano de Deus. O Senhor usou várias pessoas em vários anos para trazer um humilde jovem hebreu de forma inesperada ao poder no momento certo para poupar sua família – que eram ancestrais do Messias – dos efeitos da fome.

Em nossas circunstâncias, podemos ver as ações de Deus só do ponto de vista limitado de nossa humanidade. Nós experimentamos os acontecimentos que Ele permite ou provoca, mas não sabemos discernir o que Ele está pensando. Muitas vezes, os objetivos e os propósitos do Senhor estão escondidos de nós até que Seus planos venham a ser concretizados.

Deus é soberano sobre toda a terra. Podemos nos perguntar o estranho ou até mesmo assustadora transformação em  nossas vidas, mas devemos estar certos de que Ele está no controle de tudo. Os ímpios podem triunfar por um tempo, mas a vitória final e eterna, pertence a Cristo e Seus justos seguidores.