“E a terra do Egito se tornará em desolação e deserto; e saberão que eu sou o Senhor, porquanto disse: O rio é meu, e eu o fiz. Portanto, eis que eu estou contra ti, e contra os teus rios; e tornarei a terra do Egito deserta, em completa desolação, desde a torre de Syene até aos confins da Etiópia.” Ezequiel 29:9-10

Este texto faz parte da porção da leitura judaica conhecida como “va’era“, que significa, “E eu apareci.

Humildade

Humildade

Mais uma vez o Senhor vem pra ensinar uma lição ao grande Egito. No contexto, é possível ver ainda a história do Êxodo mostrando sete das 10 pragas que vieram sobre o Egito. Esta foi a forma de Deus humilhar um faraó arrogante, que se recusou a deixar o povo de Deus ir ao Senhor.

Neste texto de Ezequiel, mais uma vez, Deus foi confrontado por um Egito arrogante e um faraó orgulhoso. O profeta Ezequiel prevê aqui a queda desta nação, que aconteceria por dois motivos: primeiro, porque eles renegaram a sua promessa de ajudar a Israel contra a invasão babilônica; e em segundo, porque negaram a Deus e colocaram-se acima dEle.

Que grande ironia né? Deus sempre faz com que os que se colocam no topo sejam encontrados na parte mais baixa, enquanto que os que são inferiores e humildes são os únicos que são verdadeiramente, em última análise, honrados e estimados. Os grandes sábios judeus colocam esta verdade desta forma: “Aquele que corre atrás da honra, a honra fugirá dele, mas o que foge de honra, a honra irá perseguí-lo“.

Na leitura está escrito: “porquanto disse: O rio é meu, e eu o fiz.” No Egito, o Nilo era considerado um deus. Assim, quando Faraó disse: “O rio é meu, e eu o fiz”, ele está alegando que ele mesmo criou a Deus (que falta de humildade). Ele não está apenas dizendo que o Nilo é dele, mas também afirma ser o seu criador! Responda com sinceridade, existe uma declaração mais orgulhosa do que essa? Deus não teve escolha, colocou Faraó em seu devido lugar.

Olhe esta lição: O Nilo, era realmente importante, pois era por ele que as águas abasteciam o Egito, mas na verdade era apenas uma “passagem” para que estas águas finalmente desembarcassem no imenso oceano. Existe um provérbio que diz o seguinte: todos os rios correm para o mar, porque ele está abaixo, inferior a todos eles. A humildade do oceano – fato dele estar sempre inferior aos rios – é a fonte de seu poder. O oceano é vasto e amplo, devido ao seu humildade.

A mensagem para todos nós é: viva com humildade. Ela nunca foi sinal de fraqueza, muito pelo contrário, é a fonte do nosso poder. Quando nos elevamos, o Senhor nos abate e traz para baixo. É bem como o salmista escreveu: “Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.” Salmos 37:11. E também Lucas escreve: “porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.” Lucas 18:14