Hermenêutica é a ciência utilizada para interpretação bíblica. É o estudo das leis e princípios de interpretação das escrituras, ou seja, é a busca do sentido do texto.

Alguns princípios da hermenêutica:

Espiritualidade: Ser uma pessoa espiritual, de oração e consagração.
Conhecer o vernáculo: Conhecer o sentido natural das palavras do texto.
Observar a lei do contexto: Isto é , comparar Escritura com Escritura.
Conhecer antigüidades Bíblicas: Isto é , vida, costumes, leis e terras dos povos Bíblicos.
Bom senso: É o uso da razão.
O conhecimento do plano global de Deus: Um conhecimento geral, sem exageros, preconceitos e invencionices.
A linguagem figurada da Escritura: Suas mais importantes formas são:

7.1 – Tipo – É um meio determinado por Deus de comunicar verdades divinas por meio de ilustrações ou figuras.
7.2 – Símbolo – Está dentro do Tipo, realçando-o por meio de figura.
7.3 – Metáforas – Emprego de palavra em sentido figurado, por efeito de comparação ou analogia mental.
7.4 – Parábolas – Muito usadas por Jesus para ensinamentos morais.

Método Indutivo

O método indutivo compreende três habilidades: Observação, Interpretação, Aplicação.

Observação: Descubra o que o texto diz. Ela se consiste em 10 passos:

a. Comece com oração;
b. Faça as seis “perguntas chave”: quem está falando?, que assunto se discute?, quando ocorre ou vão ocorrer os fatos?, onde aconteceu ou vai acontecer os fatos?, porque?, como?
c. Marque as palavras chave e as expressões chave: pode ser um substantivo, um adjetivo ou um verbo; certifique-se de marcar os pronomes pessoais( eu, tu, ele, nós, vós, eles), e os sinônimos.
d. Procure lista de palavras e expressões: são as que captam uma verdade, qualidade ou característica de um assunto específico em certa passagem , um método de descobrir listas temáticas consiste em seguir uma palavra chave ao longo do capítulo e anotar o que o texto diz dessa palavra chave.
e. Fique atento aos contrastes e comparações: contraste- luz/trevas; comparações- salientam as similaridades.
f. Anote as expressões de tempo: palavras como- até, depois, quando, após, antes e logo.
g. Identifique os termos indicativos de conclusão: portanto, pois, por essa razão, consequentemente e finalmente.
h. Desenvolva os temas de um capítulo: centraliza-se na principal pessoa, acontecimento, ensino ou assunto de um trecho das escrituras.
i. Descubra as lições para sua vida: O Espírito Santo trará à sua atenção todas as verdades que Deus quer que você conheça e domine sua vida.
j. Preencha a visão panorâmica : anote o nome do autor do livro, a data em que o livro foi escrito, anote as palavras chave.

Como dica, colocamos à disposição algumas palavras chave de muita importância que sempre devem ser marcadas: pecado(perversidade, mal, iniquidade), aliança, morte(morrer), vida(viver), arrepender-se, amar, lei, graça, crer(fé), justiça(justo), santidade(santo), clamor, choro, Babilônia, nações, dia do senhor(aquele dia), Satanás( qualquer referência sobre ele).

Interpretação: Descubra o que o texto significa!

a. Lembre-se de que o contexto é que manda;
b. Procure sempre o conselho integral da Palavra de Deus;
c. Lembre-se de que as Escrituras jamais contradizem as Escrituras;
d. Não baseie suas convicções numa passagem obscura das Escrituras;
e. Interprete as Escrituras literalmente;
f. Procure o sentido único da passagem.

Aplicação: Descubra como o texto se aplica!

A observação e a interpretação constituem o “ouvir” a palavra de Deus. Mediante a aplicação , você se transforma na imagem de Cristo.

Aplique as Escrituras à luz de seu ensino, repreensão, correção e instruções sobre a vida.

ENSINO – (doutrina) é o que a Palavra de Deus diz a respeito de certo assunto.

REPREENSÃO – pela repreensão você descobre seus pensamentos errados, ou descobre que não está fazendo o que Deus considera justo, é dessa forma que você é liberto do pecado.

CORREÇÃO – é o passo seguinte no processo da aplicação, em geral o mais difícil. Muitas vezes você consegue ver o que está errado em sua vida, mas permanece relutante em tomar as providências necessárias para corrigir o erro. Depois da obediência virá a alegria.

TREINAMENTO NA JUSTIÇA – A Bíblia nos foi entregue como manual sobre a arte de viver.

Descobertas sobre a aplicação das escrituras

a. O que a passagem está ensinando?
b. Essa passagem das Escrituras desmascara algum erro em minhas crenças ou em meu comportamento?
c. Quais são as instruções de Deus para mim na condição de filho?
d. Quando você estiver aplicando as Escrituras , tome cuidado com o seguinte:
i. Não aplique padrões culturais no lugar de padrões bíblicos;
ii. Não tente fortalecer uma verdade legítima mediante o uso errado das escrituras;
iii. Não aplique as Escrituras por mero preconceito recebido em estudos ou cursos anteriores.

“A observação , a interpretação , e a aplicação conduzem-nos à transformação.”