Uma mãe-de-santo de Presidente Prudente (cidade a 558 km de São Paulo) está sendo investigada pela polícia por prática de estelionato porque os trabalhos religiosos que prestou a uma pecuarista não surtiram o efeito esperado.

Segundo a polícia, a fazendeira, de 47 anos e que não teve o nome revelado, procurou a mãe-de-santo para tentar impedir o fim do casamento dela com um rapaz de 22 anos. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher teria pago R$ 105 mil à religiosa, R$ 25 mil em dinheiro, que não foram recuperados, e o restante em cheques pré-datados, recolhidos pela polícia.

De acordo com Maria de Lourdes (mãe-de-santo), a fazendeira queria impedir que seu enteado, filho do ex-marido, de quem herdou o patrimônio, atrapalhasse seu casamento com o rapaz de 22 anos. “O enteado não aceita a união e acha que o moço está com ela por causa de dinheiro.”

Fonte: UOL