em Pensamentos

A igreja “espiritual” e a sociedade “política”

Como cristão, já vi muitos erros na igreja, quando tudo o que acontecia era de alguma forma espiritualizado. Tudo era o diabo ou Deus. A igreja está amadurecendo, conhecendo melhor a Bíblia e seguindo mais coerente com os fatos. Claro, existe o lado espiritual, mas nem tudo pode ser atribuído ao imaterial.

Na sociedade brasileira, estou vendo acontecer a mesma coisa. Tudo é politizado. Se é algo bom, foi o “político X” se é ruim, foi o “político Y”. Como se não houvesse exageros, erros e acertos em todos os lugares. É sinal, assim como na igreja, de que a sociedade ainda está imatura pra tratar o assunto, e segue reagindo mais no calor das emoções do que na razão baseada no senso crítico.

Não estou dizendo que não tenhamos que ter um viés político-ideológico, mas sim que precisamos ser abertos ao contraditório, o que não significa concordar com tal, mas respeitá-lo.

Tenho viés de DIREITA, e confirmo isso a quem quiser, já fui @Lula, @dilmarousseff, e pasmem, já fui @AecioNevesOficial. Nunca foi pelo partido, mas pelo discurso. Hoje sou Jair Messias Bolsonaro pelo mesmo motivo, o que não significa que serei “até a morte”. O detalhe é, tomo uma posição e a defendo enquanto acreditar nela, claro, respeitando todos que pensam diferente. Creio que é assim que deve ser!

Portanto, respeito (e não tolerância) é uma das colunas para uma sociedade saudável.

Mas o que é respeito neste contexto?

  • Quando não agredimos verbalmente quem não pensa igual,
  • Quando não rotulamos (bolsominion, gado, mortadela, jumento) alguém, simplesmente por apoiar “o outro lado”,
  • Quando não odiamos o adversário político, por ser contra o meu político de “atual apreço”.

Quando há o desrespeito, deixou a razão de lado e não está mais na esfera das ideias e argumentos, tornou-se pessoal e egocêntrico. No momento tão polarizado que vivemos, devemos exatamente pensar assim: se é bom para o Brasil, estou de acordo, caso contrário não tem o meu apoio.

Minha igreja é a de Cristo e o meu partido é o Brasil!

Pr. Daniel Cochoni Moreira
Um brasileiro apaixonado pelo seu país, mais conhecido como PATRIOTA

Escreva um comentário

Comentário